4 novas cinebiografias para o Rock Nacional

dinho-ouro-3000150

No começo de maio, “Somos Tão Jovens”, filme de Antonio Carlos da Fontoura, estreou em todo o país contando a saga de um Renato Russo ainda em formação de seu personagem artístico. Surpreendendo os haters, o filme vem recebendo críticas positivas da crítica e, o Fita Bruta, por meio de Chico Barney, incentiva a indústria cinematográfica brasileira a criar outros produtos com heróis tão possíveis quanto Renato Russo para as telas de cinema. Confira a lista de quem pode, na opinião de Barney, ser retratado enquanto ídolo do rock nacional:

Depois de Renato Russo Begins, uma nova onda de filmes sobre a vida de ídolos do cancioneiro popular deve invadir os cinemas da nação. Já percebemos o mar recuando e decidimos começar a remar.

1. Trio Esperança, Replay“O roqueiro de 40 anos”
Dinho Ouro Preto

Fugindo do clichê de cobrir os hidden years de um rockstar, o ousado projeto conta a última década de Dinho Ouro Preto. Como foi lidar com o sucesso entre os jovens púberes ao mesmo tempo em que tinha que ficar em casa sábado a noite para cuidar dos netos? A épica trajetória deste herói nacional até o triste fim depois da queda do palco em 2009.

2.Zico“Bater ou Correr – Rio de Janeiro”
Lobão e Mano Brown

A infalível química entre o protagonista étnico e o playboy malandrão, branco e heterossexual ganha novos contornos nessa emocionante comédia de ação estrelada por Lobão e Mano Brown. A missão da dupla: conseguir esbofetear moralmente o outro com a anuência de Caetano Veloso.

3.Afonsinho“A invenção de Rodolfo Cabret”
Rodolfo Abrantes

Depois de largar a banda mais importante de sua época para pregar a palavra de Jesus, a sobrevivência de Rodolfo Cabret depende do seu anonimato. Para isso, o ex-usuário passa a acertar os ponteiros de Balneário Camboriú para 4:20 todo santo dia, entre uma oração e outra em cima da prancha de surfe.

4.Siba e a Fuloresta“Os Excêntricos Abrão”
Chorão

A agridoce trajetória de Chorão no seio de uma família onde a tragédia sempre esteve presente: o acidente com o carrinho de cachorro-quente em Santos, o programa de sua prima nas tardes da Rede TV! e o triste fim de seu casamento. Participação surpresa de Jorge Lordello.

 Publicado originalmente em Sambarilove à Parte, de Chico Barney (siga-o). Chico, além de ser dono do maior portal da rede nacional de computadores, o Interbarney,  é, há muito tempo, ídolo de todos que aqui viram ocasos e renascimentos na internet brasileira.