Nova do Passo Torto – “Passarinho Esquisito”

passo-torto300150

No mesmo dia em que toda a gangue do samba esquisito de São Paulo encerrará as atividades do  Studio SP, uma das facções adianta os próximos passos da banca. Com voz e música de Romulo Fróes, guitarras de Kiko Dinucci e Rodrigo Campos (este assina a letra) e baixo acústico de Marcelo Cabral, o Passo Torto adianta uma das faixas de “Passo Elétrico”, segundo álbum do grupo: “Passarinho Esquisito” (em shows, o grupo vem tocando outra novidade, “O Buraco”, parceria de Dinucci e Cabral)

Em 2011, o Passo Torto lançou-se com um disco célula-mór que reunia quatro letristas já de destaque do cenário alternativo de São Paulo. Se Romulo Fróes já parecia o mais experiente do grupo, Rodrigo Campos lançaria, um ano depois, seu segundo álbum (o aclamado “Bahia Fantástica”) e Kiko Dinucci, também em 2012, junto com Juçara Marçal e Thiago França, “MetaL MetaL” do Metá Metá.

Leia o que escrevemos sobre “MetaL MetaL”
Leia nossa opinião sobre “Bahia Fantástica”

Com “Bahia Fantástica”, Rodrigo conseguiu não só se estabelecer como um dos principais compositores da nova geração mas também iluminar seu primeiro álbum, o excelente “São Mateus Não É Um Lugar Assim Tão Longe”. Com Dinucci não foi diferente. A elogiada estreia do Metá Metá trouxe à tona sua parceria com o excelente Douglas Germano e também jogou luz em seus trabalhos anteriores solo e também com Juçara Marçal e com o próprio Germano. Não bastasse tudo isso, Kiko e Rodrigo (e também Thiago França) estiveram à frente de “Nó Na Orelha”, de Criolo.

Para 2013, o lide do Passo Torto é ter se tornado elétrico. Ao que parece, está se confirmando tudo o que dissemos (vamos dizendo) aqui no Fita Bruta sobre como estamos fazendo rock sem que ninguém perceba muito que rock é esse (no qual, por exemplo, um baixo acústico é a principal bateria, como vemos em “Passarinho Esquisito”).