Em uma semana, Neymar é indie, rap e pop

Neymar Jr. vai aparecendo como uma espécie de mecenas midiático para quem sabe se aproveitar do carisma do menino. Depois de fazer a alegria de inúmeras bandas e duplas de axé e sertanejo levando-as a um público enorme ao comemorar cada tento com as coreografias dos hits, chegou a hora de emprestar seu moicano aos videoclipes (assita abaixo).

Nas gravações dos clipes da dupla João Lucas & Marcelo e do rapper Emicida (fotos por: Marcos Ribolli e Marcelo Maragni)

Se o rapper Emicida aproveitou que a música “Zica, Vai Lá” tinha os versos “Roubar nem dá, tentar sei lá /Ousar, Neymar, vou pra reinar” e o convidou para as gravações do clipe, a dupla João Lucas & Marcelo não se fez de rogada e já rodou as cenas para o vídeo de “Eu quero tchu, eu quero tcha”. Alavancada pelo próprio jogador, a música não deve ter roteiro surpreendente em seu videoclipe. Gravado na Vila Belmiro, a ideia do clipe chega bem depois do sucesso radiofônico (e nos porta-malas de carros rebaixados também) da canção – e bem depois também da comemoração fatídica que aconteceu quando o craque marcou seu 100º gol, contra o Palmeiras, no início do ano (assista abaixo).

Pelo making of das gravações, o clipe deve repetir os chavões envolvendo hit, videoclipe e boleiros. Pompons, ex-BBB, ex-mulher de Dudu Nobre e camisas (genéricas) da seleção são os responsáveis pelas pistas. Se você, no começo do ano, resolveu dar um pulinho em outro planeta e não sabe o que é “Eu quero tchu, eu quero tcha”, o Fita fez uma resenha da música aqui.

Assita ao clipe:

  • Livia

    q legal

  • helvio

    o neymar voce e o craki na bola entao ven visita nois no canpo novo de rondonia