Nevilton e a versão de “Vida Cigana” para o tributo

NOVOslidejf-NEVILTON


Nevilton é uma das gratas surpresas do pop-rock nacional. Para algumas pessoas, ainda parece estranho tratar uma banda independente como se ela fizesse parte do mainstream. No entanto, o trio, que é original de Umuarama (PR), é uma daquelas que, não fosse a esquizofrenia do meios de comunicação, estaria tocando no dial de qualquer rádio que se dedicasse ao melhor da música pop. Enquanto o dia 12 não chega e nós ainda não podemos lançar o Jeito Felindie | Tributo ao Raça Negra, lançar “Vida Cigana”, um clássico do Raça Negra, sob os cuidados do Nevilton é o que podemos fazer para aliviar a ansiedade. Dia 12 de outubro. Aguardem. Baixem Já!

BAIXE: JEITO FELINDIE | TRIBUTO AO RAÇA NEGRA

OUÇA AS VERSÕES QUE JÁ FORAM LIBERADAS DE “JEITO FELINDIE”

VEJA O QUE JÁ FALARAM DE “JEITO FELINDIE | TRIBUTO AO RAÇA NEGRA” POR AÍ

Com a palavra, o jornalista Jorge Wagner, idealizador do projeto:

“‘Vida Cigana‘ é a única faixa presente em Jeito Felindie que não é de autoria do grupo Raça Negra. Original do mato-grossense Geraldo Espíndola, a composição já foi regravada algumas dezenas de vezes (de Tetê Espíndola a Gian & Giovani), aparecendo nas vozes dos nossos heróis em 2000, no disco “Vem Pra Ficar”.

Quando convidei o Nevilton – que é do interior do Paraná, mora em São Paulo e roda bastante pelo país para fazer seus shows – para participar da coletânea, já o fiz sugerindo que regravassem essa música. De pronto, ouvi um “tudo a ver com a gente!”. Realmente não era a primeira vez que o tema viagens aparecia na vida da banda. Basta lembrar que no dia 7 de setembro a banda contribuiu com uma regravação para “Amanheceu, peguei a viola” (e a correria da banda é realmente grande: Nevilton me mandou a versão às 6 da matina e, por volta das 10, estava vindo para Rio de Janeiro; onde a banda grava, estava vindo para Rio de Janeiro; onde a banda grava, essa semana, o novo disco, com produção do Miranda, na Toca do Bandido)”.
Ouça “Vida Cigana”, por Nevilton