Álbuns

Chicago Underground Duo | Age Of Energy

Chicago Underground Duo | Age Of Energy post image

Chicago Underground Duo

Age Of Energy

[Nothern Spy; 2012]

8.2 FITA RECOMENDA

ENCONTRE: Site Oficial

por César Márcio; 03/04/2012

Gravado em 2009 e lançado neste mês como marco para comemoração de 15 anos de Chicago Underground Duo, “Age of Energy” poderia ter como ano de lançamento 2022 ou 1972. Porque, embora fale de uma era no título, Rob Mazurek e Chad Taylor não são de era nenhuma. Não são de lugar nenhum. Ouvimos São Paulo, ouvimos Chicago, ouvimos Mashonaland. Temos aqui, enfim, música livre per se, livre de origens e de procedimentos datados.

A primeira faixa (e primeira metade) deste álbum exemplifica essa tal “era da energia” em que vivem Mazurek e Taylor em dupla, uma era em que a música ambiente dos anos 70, o trip hop dos anos 90 e o jazz dos anos 60 são congêneres. Na parte final, quando todos esses elementos se fundem para contemplar o solo reluzente de Mazurek, o aparente absurdo deslocamento temporal parece perfeitamente linear.

Existe, na versão digital, uma faixa bônus que versa sobre as notas da primeira, chamada “Moon Debris”. E é isso o que temos de conexão entre faixas em “Age of Energy”. Cada faixa seguinte é um mundo novo para ser explorado pelo arroubos de improvisação da dupla. Iniciando com drone,”It’s Alright” se apresenta em ondas eletroacústicas que deixam, ocasionalmente, a corneta de Rob Mazurek emergir. Já a faixa seguinte, “Castle of Your Heart”, mostra Chad Taylor utilizando a famosa mbira, instrumento africano usado aqui para emular uma canção tradicional dos Shona de Zimbabwe, enquanto Mazurek sola, misturando momentos de certa doçura com ataques mais “gritados”. De acordo com o site oficial, esse é a única gravação estritamente acústica deste álbum.

Na faixa título vemos, finalmente, o instrumentista no terreno em que acostumamos vê-lo, não só no COD, como no São Paulo Underground, Exploding Star Orchestra e discos solos: “Age of Energy” é, na sua origem, jazz livre, ilustrando uma batalha fenomenal entre percussão alternada e sopro, ora distorcido, ora natural.

Misturando a dureza e organização de Chicago com a bagunça e moleza do Brasil, onde vive atualmente, Mazurek leva a todos os seus projetos essa característica mista. O Chicago Underground Duo se beneficia bastante desta ambigüidade em “Age of Energy”. Temos aqui mais uma exibição de um dos músicos mais interessantes em atividade no mundo, dentro e fora do nicho jazzístico que apenas parece contê-lo. Não custa repetir: a música de Mazurek não pertence à coisa alguma.