7 motivos para você ouvir De Leve

03.Os ataques

Friamente, você pode dizer que não funcionou. De fato, não me lembro de ter visto algum artista citado nas letras de De Leve vir à mídia protestar contra a menção. Mas o que parecia gratuito acabou, com o tempo, virando um grande registro da música pop brasileira. Na época do lançamento do segundo álbum “O Estilo Foda-se”, o jabá ainda era a grande moda nas rádios brasileiras e as alternativas eram tão mainstream quanto as vias principais. Sobrou para a geração Trama e para Max de Castro (“bandeira do pelassaquismo”). Mas tem também pra Zeca Baleiro (“presepeiro”), Djavan, Jorge Vercilo (“levadinha gay”), pra Sandy (“demodê”), Gilberto Gil, É O Tchan, Carlinhos Brown e até para o extinto reality show Fama.

4º motivo pra você ouvir De Leve

« 1 2 3 4 5 6 7 8 9 »
Próximo post »