Turnê Los Hermanos: 11 capitais e nenhum segredo?

foto por Raphael Porto

Após inaugurarem a turnê comemorativa em Recife, os quatro integrantes do Los Hermanos não mobilizaram muita atenção extra para as apresentações além daquelas que já estavam devidamente a postos e compradas – e esgotadas. As apresentações seguem Brasil afora – Recife, Fortaleza, Belém, Manaus, Brasília, Salvador – e algumas coisas inesperadas (outras nem tanto) vão aparecendo nos setlists. Marcelo Camelo ainda não deu o ar da graça como quando prometeu, à época de SWU, tocar músicas até da Mallu Magalhães e do Little Joy na volta da banda. Por enquanto, nada de zua e só músicas da sua carreira solo: “Acostumar” e “Mais Tarde”. Já Amarante soltou umas “Sem título” bem dexavadinhas no meio dos setlist e, veja bem, elas quase nunca mais voltaram a se repetir (com exceção de “Um Milhão”, que voltou em Salvador). Nenhum segredo, nada de muito novo: bem pouco para a banda que ainda mobiliza um público gigantesco e sedento por algo tinindo de fresco de uma banda nem tão recente assim, mas que ainda reverbera influência em quase 80% do cenário alternativo brasileiro.

Sendo assim, este post está em uma construção ilusória (afinal, esperando novidades de uma turnê comemorativa de 15 anos).

Em Brasília, a banda apelou tocou “Tempo Perdido”, Legião Urbana, com Rodrigo Amarante no comando. Pra quem não se lembra, a banda já tinha feito um link com Renato Russo em uma apresentação pré-histórica de Marcelo Camelo no extinto ATL Hall, no Rio de Janeiro, no aniversário de uma extinta (fisicamente e conceitualmente) rádio, a Rádio Cidade.

“Tempo Perdido”, Brasília, 05-05-12

“Um milhão”, Abril Pro Rock – Recife, 20-04-12 uma das novas de Rodrigo Amarante – com arranjo concluído na passagem de som da banda e que não deve estar em seu esperado álbum.

“Sem título”, Abril Pro Rock – Recife, 20-04-12 | Queens of the Stone Age com Little Joy?

Do repertório da banda, a única cidade que foi agraciada com uma música realmente expressiva e que sempre andou escondida nos setlists foi Fortaleza que ganhou a pérola “Fingi Na Hora Rir”, do segundo álbum Bloco do Eu Sozinho.

  • Eu que fiz as fotos? Que baita coincidência!