FKA twigs | Two Weeks

por Lucas Castro, do nada alucinatório

Com um EP que emergiu como uma sensação na internet no segundo semestre de 2013, a inglesa FKA twigs se prepara agora para lançar seu primeiro disco de estúdio, intitulado simplesmente de “LP1”. A produção abstrata e sua voz glacial mas ao mesmo tempo de uma sensualidade latente ganha novos contornos e parece se distanciar um pouco da sonoridade portisheadiana de seus dois EPs.

Nota-se por “Two Weeks” que sua aproximação com o R&B está mais clara e melhor estruturada (estamos falando de um gênero que mostra demais, afinal, e quando pegamos algo como “Papi Paficy“, twigs mostrava de menos). Aqui não há concessões, o medo das expressões físicas ou emocionais e a intimidade do ouvinte são instantâneos. Sua vulnerabilidade evoca um monte a Ciara de “Promise“, sua construção narrativa e métrica lembra o quanto as cantoras de R&B são habilidosas em manipular estes dois com a voz; são vários tons e melodias vocais sem comprometer o groove da faixa. E o melhor: soando como se fosse uma expressão lírica, parecido com o que Tinashe já havia tentado muito bem este ano em “2 On“.

Diddy uma vez já definiu o R&B como qualquer canção que venha do “poço do seu peito”. O que quer que isso signifique, FKA twigs parece compreender bem quando canta – a sério – “Suck me up, I’m healing for the shit you’re dealing“. Fiquemos de olho, ela tem muito para mostrar ainda.