Roberto Carlos | Furdúncio

Roberto Carlos

Furdúncio

[Sony Music; 2012]

6

ENCONTRE: YouTube

por Túlio Brasil; 29/10/2012

Brota uma felicidade espontânea quando se pensa em Roberto Carlos. Tem quem não suporte, ok, mas por ora vamos considerar a legião que o tem como Rei, título tão forte quanto o de presidente da república. Mas um título ao mesmo tempo perfeito, pois representa a essência de Roberto: com um presidente, temos cobranças; com o rei, saudamos a sua presença.

E, assim, todos os produtos reciclados de Roberto Carlos são como sinônimos de classe e tradição da música brasileira das avós. Ele parece não se importar, e continua reciclando especiais de fim de ano com poucas novidades no repertório. A “saída do script” com convidados inusitados inclusive entrou na cartilha. 

O produto de 2012, “Ao Vivo Em Jerusalém”, não teve as pernas de Paula Fernandes ou a póetica de MC Leozinho. Robertão deixou para agora o presente transviado do ano, o funk melody “Furdúncio”. Lançada em compacto (CD com 4 faixas), ela é a segunda inédita de RC no ano – a nova “Esse Cara Sou Eu” também está neste pacote. Aparentemente, nada mais são que uma gentileza a Gloria Perez, encomendadora das canções para a novela “Salve Jorge”.

Os maiores standarts da nossa cultura não veem falhar como opção. “Furdúncio”, uma espécie de epílogo simbólico para a música popular, seria bem careta não fosse pelo inesperado. Mesmo tendo gravado com Leozinho, a figura de RC nunca seria predita com funk. E nem cabe aqui ressaltar qualquer tecnicidade. É mais interessante notar a parceria de Roberto/Erasmo num tamanho grau de despretensão que os levou a fazer um funk. 

Seja por senilidade ou oportunismo, é bom ter um rei assim. Continua no de sempre, mas deixa um recado canhestro de vez em quando. Perneta e às vezes sem noção, nosso rei é um weirdo.

  • Natasha

    Sensacional!